Olá visitante! Efetue seu Login ou Cadastre-se
0

Farinha de Chia 200g

(0 avaliações)
R$ 3,81

R$ 3,81

Frete

Loading...

  • DESCRIÇÃO DO PRODUTO
  • TABELA NUTRICIONAL
  • RECOMENDAÇÕES DE CONSUMO

A Chia, semente de nome popular da planta Salvia Hispanica L. é originária da região do centro-oeste do México até o norte da Guatemala.

A Farinha da Chia é, por vezes, considerada um alimento funcional, dadas as suas características compositivas. Seu efeito mucilaginoso (de absorver e reter quantidade significativa de água, como um emulsificante), devido à alta concentração de fibras, torna a chia interessante para quem está em processo de emagrecimento, posto que pode intensificar a sensação de saciedade.

Ela tem ganhado cada vez mais notoriedade e despertado grande interesse popular devido ao seu alto valor nutricional, e vem sendo incorporada a cada vez mais na dieta do brasileiro.

Pois bem, a chia tem sido vinculada a diversos benefícios, além do emagrecimento, está atrelada ao ganho de massa muscular, e ao tratamento de dislipidemias. Propriedades.

A chia contém alto teor de ácidos graxos poli-insaturados essenciais, (tipos de gorduras consideradas benéficas ao organismo), sendo rica em ácido graxo alfa-linolênico, também conhecido como ômega 3.

A chia também contém carboidratos considerados de baixo índice glicêmico, pois aproximadamente 34,4% da porção de 100g da semente é composta por fibras alimentares.

A semente contém compostos fenólicos sendo considerada uma fonte natural de antioxidantes. Entre eles estão o ácido cafeico e ácido clorogênico.

Sua semente é considerada como uma boa fonte proteica por possuir um alto teor de proteínas, sendo grande parte aminoácidos essenciais, ou seja, aqueles que não são produzidos pelo nosso organismo (tais como: isoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina, treonina, triptofano, valina e histidina).

Para se ter uma ideia, o nosso organismo precisa da ingestão de cerca de 50 gramas de proteínas todos os dias, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), considerando uma dieta de 2 mil calorias diárias. Isso significa que 25 gramas de chia, contém 8% da proteína que precisamos em um único dia. Bastante né? E ninguém da nada para essa pequena sementinha.

Como falamos acima, a chia transborda mesmo em quantidade de fibras, duas colheres de chia contêm 8,6 gramas de fibras. Como sabemos, temos que consumir 25 gramas de fibras ao dia, isso quer dizer que uma porção de chia, tem 34% das fibras de que precisamos diariamente!

 

Benefícios da Chia

 

A chia fornece ao corpo humano diversos benefícios, devido as suas propriedades nutricionais, abaixo, listaremos algumas delas:

  • Ajuda a emagrecer: A chia promove a sensação de saciedade. Suas fibras têm a capacidade de absorver muita água, transformando-se em uma espécie de gel. É só fazer um teste, deixe uma porção de molho em um copo para perceber a semente inchando em pouco tempo. Quando ingerida, fornece ao nosso organismo reação é semelhante. Em contato com os sucos gástricos, suas fibras se transformam nesse gel, que aumentam a dilatação do estômago. É esse mecanismo um dos fatores que favorecem a saciedade e, consequentemente, acarreta um menor consumo de alimentos e ao emagrecimento;
  • Previne e controla a diabetes: Por conter fibras e aumentar o tempo de liberação da glicose, a chia pode ser relacionada com a prevenção do diabetes tipo 2. Isso porque a digestão dos carboidratos começa na boca e termina no intestino, onde partes maiores de carboidrato são transformadas em tipos diferentes de açúcar (glicose, frutose, galactose) para serem absorvidos. Quando são consumidas com fontes de carboidratos (frutas, massas, pães), as fibras da chia têm como efeito a diminuição da velocidade com que o carboidrato sai do estômago e chega ao intestino, para terminar de ser digerido e absorvido, justamente por se transforarem em um gel.
  • Previne doenças cardiovasculares: O consumo regular de chia é capaz de evitar doenças como infarto, derrame e hipertensão, graças as suas grandes quantidades de ômega 3. Esse ácido graxo reduz a formação de coágulos sanguíneos e arritmias, além de diminuir o colesterol circulante no sangue. Além disso, o ômega-3 ajuda na regulação da pressão dos vasos sanguíneos, uma vez que aumenta a fluidez sanguínea, evitando assim, o aumento da pressão arterial.
  • Regula o colesterol: De toda gordura que compõe a chia, aproximadamente 77% são formados por ácidos graxos ômega 3 e ômega 6. Essas gorduras têm como uma de suas principais propriedades reduzir o colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL), além de baixar os triglicérides na corrente sanguínea. 
  • É fonte de cálcio: Por ter bastante cálcio, a chia é uma alternativa para indivíduos que têm intolerância à lactose, necessitando de fontes alternativas desse mineral. 
  • Tem efeito desintoxicante: Os antioxidantes, como o ácido cafeico, de sua composição, são responsáveis por auxiliar na desintoxicação do fígado, além de impedir a formação de radicais livres que agem destruindo as membranas celulares e desencadeando o processo de envelhecimento.
  • Protege o cérebro: A chia também pode favorecer as ligações cognitivas no cérebro. Muitos estudos relacionam os ácidos linoleico e alfa-linolênico presentes na semente com a formação das membranas celulares, as funções cerebrais e a transmissão de impulsos nervosos.
  • Melhora a pele e cabelos: Em sua composição nutricional, a chia também apresenta vitamina A, nutriente que age como antioxidante contra os radicais livres e também auxilia na redução da acne e prevenção do ressecamento da pele. A semente também leva vitamina B2, importante na saúde da pele, unhas e cabelos. Além disso, possui efeito anticelulite, por contér quantidades significativas de ômega 3 (muitos estudos têm relacionado o consumo desse ácido graxo com a diminuição da inflamação, o que seria interessante para diminuir e evitar celulite, um processo inflamatório do organismo).
  • Fortalece a imunidade: Por conter minerais como o selênio e zinco, que auxiliam o sistema imunológico, a chia é importante para reforçar as defesas, afastando de perto doenças como gripes, resfriados e processos infecciosos. Além disso, por ter nutrientes como fósforo, manganês, cálcio, potássio e sódio, a semente é indispensável para a manutenção da integridade e saúde das células.
  • Boa fonte de ferro: O mineral, presente em grande quantidade na chia, é muito bem absorvido nesse alimento. Ele é o principal nutriente na formação dos glóbulos vermelhos, que transportam o oxigênio pelo nosso corpo. A redução desses glóbulos e da oxigenação levam à anemia, fadiga e cansaço, aumenta os riscos de infecções e também se relaciona a uma queda na imunidade.

 

Como Armazenar a Chia

 

A chia/farinha de chia deve ser armazenada em um recipiente fechado, em local fresco, ventilado e protegido da luz do sol.

 

Quantidade Recomendada da Chia

 

Especialistas dizem que não há uma quantidade diária estabelecida para o consumo da chia. No entanto, estudos conduzidos em humanos que obtiveram resultados positivos utilizaram 25 gramas da semente, aproximadamente duas colheres de sopa, uma vez ao dia. Importante mencionar que ela é muito calórica, o mais recomendado é manter os 25 gramas diários.

Tabela Nutricional Farinha de Chia

Quantidade por porção: 25g (2 colheres de sopa) %VD(*)
Valor energético 125 kcal    6%
Carboidratos 11 g 3,6%
Proteínas 4 g 5,3%
Gorduras totais 7,2 g 13%
Gorduras saturadas 0,8 g 3,6%
Gorduras trans 0 g **
Fibra alimentar 8,4 g 33,6%
Sódio 4 mg 0%
*% Valores Diários com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 KJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. **Valores Diários não estabelecidos.

A Farinha de Chia pode ser consumida junto a saladas ou na mistura de sucos e vitaminas, além de outras receitas, na quantidade de duas colheres de sopa, que equivale a 25 gramas.

Ela pode ser consumida crua, triturada, em forma de gel ou na forma de óleo. A semente mantém suas propriedades em todas estas formas de consumo.

Para usar a semente é bem simples. Basta inserir a chia em sopas, saladas, sorvetes, cereais ou qualquer alimento que você quiser. Ah, e não se preocupe com o sabor, porque as sementes de chia não vão alterá-lo (no máximo a sua textura).

Para controlar colesterol e glicose, as sementes devem ser ingeridas antes da refeição, e se você só quiser usufruir os benefícios delas, basta adicioná-las às refeições. Uma boa dica é inserir uma colher de sopa de semente de chia secas ou nove colheres de sopa de gel por dia, em sua dieta.

Importante!

A chia é elaborada em equipamentos em que se processam outros alimentos, portanto, pode conter traços de trigo, centeio, cevada, aveia, derivados de ovos, amendoim, soja, leite e derivados, avelã, castanha de caju e do Pará, macadâmias, nozes, pecãs e pinoli. CONTÉM GLÚTEN (Traços).

O uso de qualquer alimento, principalmente com propriedades terapêuticas e/ou medicinais, deve ser recomendado pelo seu médico ou nutricionista. A Haja Verde não se responsabiliza pelo uso errado de qualquer de seus produtos.

Descrição do produto

A Chia, semente de nome popular da planta Salvia Hispanica L. é originária da região do centro-oeste do México até o norte da Guatemala.

A Farinha da Chia é, por vezes, considerada um alimento funcional, dadas as suas características compositivas. Seu efeito mucilaginoso (de absorver e reter quantidade significativa de água, como um emulsificante), devido à alta concentração de fibras, torna a chia interessante para quem está em processo de emagrecimento, posto que pode intensificar a sensação de saciedade.

Ela tem ganhado cada vez mais notoriedade e despertado grande interesse popular devido ao seu alto valor nutricional, e vem sendo incorporada a cada vez mais na dieta do brasileiro.

Pois bem, a chia tem sido vinculada a diversos benefícios, além do emagrecimento, está atrelada ao ganho de massa muscular, e ao tratamento de dislipidemias. Propriedades.

A chia contém alto teor de ácidos graxos poli-insaturados essenciais, (tipos de gorduras consideradas benéficas ao organismo), sendo rica em ácido graxo alfa-linolênico, também conhecido como ômega 3.

A chia também contém carboidratos considerados de baixo índice glicêmico, pois aproximadamente 34,4% da porção de 100g da semente é composta por fibras alimentares.

A semente contém compostos fenólicos sendo considerada uma fonte natural de antioxidantes. Entre eles estão o ácido cafeico e ácido clorogênico.

Sua semente é considerada como uma boa fonte proteica por possuir um alto teor de proteínas, sendo grande parte aminoácidos essenciais, ou seja, aqueles que não são produzidos pelo nosso organismo (tais como: isoleucina, leucina, lisina, metionina, fenilalanina, treonina, triptofano, valina e histidina).

Para se ter uma ideia, o nosso organismo precisa da ingestão de cerca de 50 gramas de proteínas todos os dias, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), considerando uma dieta de 2 mil calorias diárias. Isso significa que 25 gramas de chia, contém 8% da proteína que precisamos em um único dia. Bastante né? E ninguém da nada para essa pequena sementinha.

Como falamos acima, a chia transborda mesmo em quantidade de fibras, duas colheres de chia contêm 8,6 gramas de fibras. Como sabemos, temos que consumir 25 gramas de fibras ao dia, isso quer dizer que uma porção de chia, tem 34% das fibras de que precisamos diariamente!

 

Benefícios da Chia

 

A chia fornece ao corpo humano diversos benefícios, devido as suas propriedades nutricionais, abaixo, listaremos algumas delas:

  • Ajuda a emagrecer: A chia promove a sensação de saciedade. Suas fibras têm a capacidade de absorver muita água, transformando-se em uma espécie de gel. É só fazer um teste, deixe uma porção de molho em um copo para perceber a semente inchando em pouco tempo. Quando ingerida, fornece ao nosso organismo reação é semelhante. Em contato com os sucos gástricos, suas fibras se transformam nesse gel, que aumentam a dilatação do estômago. É esse mecanismo um dos fatores que favorecem a saciedade e, consequentemente, acarreta um menor consumo de alimentos e ao emagrecimento;
  • Previne e controla a diabetes: Por conter fibras e aumentar o tempo de liberação da glicose, a chia pode ser relacionada com a prevenção do diabetes tipo 2. Isso porque a digestão dos carboidratos começa na boca e termina no intestino, onde partes maiores de carboidrato são transformadas em tipos diferentes de açúcar (glicose, frutose, galactose) para serem absorvidos. Quando são consumidas com fontes de carboidratos (frutas, massas, pães), as fibras da chia têm como efeito a diminuição da velocidade com que o carboidrato sai do estômago e chega ao intestino, para terminar de ser digerido e absorvido, justamente por se transforarem em um gel.
  • Previne doenças cardiovasculares: O consumo regular de chia é capaz de evitar doenças como infarto, derrame e hipertensão, graças as suas grandes quantidades de ômega 3. Esse ácido graxo reduz a formação de coágulos sanguíneos e arritmias, além de diminuir o colesterol circulante no sangue. Além disso, o ômega-3 ajuda na regulação da pressão dos vasos sanguíneos, uma vez que aumenta a fluidez sanguínea, evitando assim, o aumento da pressão arterial.
  • Regula o colesterol: De toda gordura que compõe a chia, aproximadamente 77% são formados por ácidos graxos ômega 3 e ômega 6. Essas gorduras têm como uma de suas principais propriedades reduzir o colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL), além de baixar os triglicérides na corrente sanguínea. 
  • É fonte de cálcio: Por ter bastante cálcio, a chia é uma alternativa para indivíduos que têm intolerância à lactose, necessitando de fontes alternativas desse mineral. 
  • Tem efeito desintoxicante: Os antioxidantes, como o ácido cafeico, de sua composição, são responsáveis por auxiliar na desintoxicação do fígado, além de impedir a formação de radicais livres que agem destruindo as membranas celulares e desencadeando o processo de envelhecimento.
  • Protege o cérebro: A chia também pode favorecer as ligações cognitivas no cérebro. Muitos estudos relacionam os ácidos linoleico e alfa-linolênico presentes na semente com a formação das membranas celulares, as funções cerebrais e a transmissão de impulsos nervosos.
  • Melhora a pele e cabelos: Em sua composição nutricional, a chia também apresenta vitamina A, nutriente que age como antioxidante contra os radicais livres e também auxilia na redução da acne e prevenção do ressecamento da pele. A semente também leva vitamina B2, importante na saúde da pele, unhas e cabelos. Além disso, possui efeito anticelulite, por contér quantidades significativas de ômega 3 (muitos estudos têm relacionado o consumo desse ácido graxo com a diminuição da inflamação, o que seria interessante para diminuir e evitar celulite, um processo inflamatório do organismo).
  • Fortalece a imunidade: Por conter minerais como o selênio e zinco, que auxiliam o sistema imunológico, a chia é importante para reforçar as defesas, afastando de perto doenças como gripes, resfriados e processos infecciosos. Além disso, por ter nutrientes como fósforo, manganês, cálcio, potássio e sódio, a semente é indispensável para a manutenção da integridade e saúde das células.
  • Boa fonte de ferro: O mineral, presente em grande quantidade na chia, é muito bem absorvido nesse alimento. Ele é o principal nutriente na formação dos glóbulos vermelhos, que transportam o oxigênio pelo nosso corpo. A redução desses glóbulos e da oxigenação levam à anemia, fadiga e cansaço, aumenta os riscos de infecções e também se relaciona a uma queda na imunidade.

 

Como Armazenar a Chia

 

A chia/farinha de chia deve ser armazenada em um recipiente fechado, em local fresco, ventilado e protegido da luz do sol.

 

Quantidade Recomendada da Chia

 

Especialistas dizem que não há uma quantidade diária estabelecida para o consumo da chia. No entanto, estudos conduzidos em humanos que obtiveram resultados positivos utilizaram 25 gramas da semente, aproximadamente duas colheres de sopa, uma vez ao dia. Importante mencionar que ela é muito calórica, o mais recomendado é manter os 25 gramas diários.

Tabela nutricional

Tabela Nutricional Farinha de Chia

Quantidade por porção: 25g (2 colheres de sopa) %VD(*)
Valor energético 125 kcal    6%
Carboidratos 11 g 3,6%
Proteínas 4 g 5,3%
Gorduras totais 7,2 g 13%
Gorduras saturadas 0,8 g 3,6%
Gorduras trans 0 g **
Fibra alimentar 8,4 g 33,6%
Sódio 4 mg 0%
*% Valores Diários com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 KJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. **Valores Diários não estabelecidos.
Recomendações de consumo

A Farinha de Chia pode ser consumida junto a saladas ou na mistura de sucos e vitaminas, além de outras receitas, na quantidade de duas colheres de sopa, que equivale a 25 gramas.

Ela pode ser consumida crua, triturada, em forma de gel ou na forma de óleo. A semente mantém suas propriedades em todas estas formas de consumo.

Para usar a semente é bem simples. Basta inserir a chia em sopas, saladas, sorvetes, cereais ou qualquer alimento que você quiser. Ah, e não se preocupe com o sabor, porque as sementes de chia não vão alterá-lo (no máximo a sua textura).

Para controlar colesterol e glicose, as sementes devem ser ingeridas antes da refeição, e se você só quiser usufruir os benefícios delas, basta adicioná-las às refeições. Uma boa dica é inserir uma colher de sopa de semente de chia secas ou nove colheres de sopa de gel por dia, em sua dieta.

Importante!

A chia é elaborada em equipamentos em que se processam outros alimentos, portanto, pode conter traços de trigo, centeio, cevada, aveia, derivados de ovos, amendoim, soja, leite e derivados, avelã, castanha de caju e do Pará, macadâmias, nozes, pecãs e pinoli. CONTÉM GLÚTEN (Traços).

O uso de qualquer alimento, principalmente com propriedades terapêuticas e/ou medicinais, deve ser recomendado pelo seu médico ou nutricionista. A Haja Verde não se responsabiliza pelo uso errado de qualquer de seus produtos.

Similares
imagem Goma Xantana 100g
Goma Xantana 100g
R$ 5,30
imagem Farinha de Milho Amarela 200g
Farinha de Milho Amarela 200g
R$ 2,10
imagem Farinha de Coco Escura 100g 6%
Farinha de Coco Escura 100g
R$ 2,94
imagem Gérmen de Trigo Cru 100g
Gérmen de Trigo Cru 100g
R$ 1,50
imagem Farinha de Amêndoa 100g
Farinha de Amêndoa 100g
R$ 10,74
imagem Farinha de Trigo Integral 500g
Farinha de Trigo Integral 500g
R$ 2,63
imagem Zahtar 100g
Zahtar 100g
R$ 2,06
imagem Pólen Desidratado 100g
Pólen Desidratado 100g
R$ 22,49
imagem Farinha de Castanha de Caju 100g
Farinha de Castanha de Caju...
R$ 4,89
imagem Tapioca Granulada 200g
Tapioca Granulada 200g
R$ 2,00
imagem Farinha de Arroz Integral 500g
Farinha de Arroz Integral 500g
R$ 3,50
imagem Coco Ralado Médio 100g
Coco Ralado Médio 100g
R$ 5,04
imagem Farelo de Aveia 200g
Farelo de Aveia 200g
R$ 2,10
imagem Guaraná em Pó 100g
Guaraná em Pó 100g
R$ 5,04
imagem Farinha de Grão de Bico 200g
Farinha de Grão de Bico 200g
R$ 3,38
imagem Maca Peruana 100g 23%
Maca Peruana 100g
R$ 9,99
imagem Leite de Coco em Pó 100g
Leite de Coco em Pó 100g
R$ 6,30
imagem Farinha de Trigo Branca 500g
Farinha de Trigo Branca 500g
R$ 2,99
imagem Ginseng em Pó 100g
Ginseng em Pó 100g
R$ 5,49
imagem Bicarbonato de Sódio 100g
Bicarbonato de Sódio 100g
R$ 1,26
O que acharam do produto?
0 avaliações
Ótimo!
0%
Muito Bom!
0%
Bom!
0%
Não Gostei...
0%
Péssimo...
0%
Avalie o produto
Avaliações
Nenhuma avaliação. Seja o primeiro a avaliar esse produto!
Loading...
Aguarde...
O produto foi adicionado a sacola.