Olá visitante! Efetue seu Login ou Cadastre-se
0

Sal Negro Grosso 100g

(0 avaliações)
R$ 5,29

R$ 5,29

Frete

Loading...

  • DESCRIÇÃO DO PRODUTO
  • TABELA NUTRICIONAL
  • INGREDIENTES
  • RECOMENDAÇÕES DE CONSUMO
Que o sal é o principal condimento culinário, nós sabemos. Pois, não há nada pior do que aquele alimento sem sal, né? Independente do condimento que você utilize, se não utilizar o sal, tudo perde o sabor. Mas, o que pode ser desconhecido da maioria das pessoas, é que não existe só um tipo de sal, como o refinado, tradicionalmente utilizado. Na verdade, existem diversos tipos de sal. Um deles, embora não seja muito conhecido, tem ganhado a cada dia mais notoriedade devido as suas várias propriedades e benefícios. Estamos falando do Sal Negro da Índia produzido no Paquistão e na Índia.

O sal negro, cujo nome indiano é Kala Namak, é originário do Himalaia, tem origem na cadeia das montanhas, e provém de zonas vulcânicas, o que dá a ele o sabor e odor de enxofre, muito semelhante ao odor de ovo cozido, e de pratos quentes com ovos. Mas o mais interessante do sal negro, não é seu sabor e odor, e sim as suas propriedades nutricionais, entre elas o baixo índice de sódio e a grande quantidade de ferro, por isso tem sido muito utilizado na culinária vegana e vegetariana.

O Sal Negro é um sal de ervas milenar, produzido no Paquistão e na Índia. É obtido através da combinação do Sal do Himalaia e das ervas e frutos da região. Em razão dessa composição, o Sal do Himalaia incorpora os seus minerais, além dos efeitos terapêuticos das três frutas que compõem a Triphala (amla, beheda e harada), além das diversas ervas que fazem parte de sua composição.

É utilizado em praticamente todo o mundo, principalmente na Índia, China e Paquistão.

O Sal Negro é produzido a partir da halita (sal de rocha) natural das minas de Bangladesh, Índia, Nepal e Paquistão, em certos locais das salinas do Himalaia ou do sal colhido nos lagos salgados do norte de Sambhar, Salt Lake ou Didwana e o Distrito de Mustang do Nepal.

A cor original do Kala Namak é incolor, a cor escura se dá em razão do processo químico feito e da presença de pequenas partículas de ferro e outros minerais. Esse processo químico transforma parte do sulfato de sódio natural do sal cru em sulfetos de hidrogênio e de sódio.

Para que fique com essa pigmentação escura, o sal bruto incolor é colocado no forno por 24 horas, em um frasco de cerâmica com carvão vegetal, misturado com pequenas quantidades da Triphala (harad, amla, bahera), casca babul ou natro.

Antes de sua comercialização, o sal queimado é resfriado, armazenado e envelhecido.

O Sal Negro possui odor e sabor muito semelhante com a gema do ovo cozido, devido ao alto índice de enxofre presente em sua composição, por ser de origem vulcânica. Justamente por essas características que o sal negro se tornou e tem se tornado diariamente uma excelente opção na alimentação vegetariana e principalmente vegana, conferindo muito sabor de ovo ou omelete vegetal.

O sal negro é composto por:
 
  • Cloreto de sódio – o cloreto de sódio fornece o gosto salgado;
  • Cloreto de potássio – o sulfeto de ferro proporciona a sua cor rosa-cinzenta;
  • Ferro – Tem diversas funções no organismo, dentre elas a de transportar o oxigênio para o corpo e ajudar na fabricação das células vermelhas do sangue;
  • Sulfeto de Hidrogênio – o sulfureto de hidrogênio fornece seu cheiro característico; e
  • Enxofre – o enxofre dá ao sal o sabor marcante que se assemelha ao gosto de ovo cozido.

Além de sua utilidade na alimentação, o sal negro tem outros empregos como por exemplo o tratamento medicinal, como elemento de práticas esotéricas e rituais de magia.

Na Índia, há muitos anos, os médicos Ayurvédicos (medicina que propõe restabelecer o bem-estar físico e emocional) utilizam em seus pacientes o Sal Negro nos casos de azia, bócio (aumento da glândula da tireoide), inchaço, depressão, prisão de ventre e baixa visão.

O Sal Negro é amplamente empregado para pessoas que possuem pressão alta sendo mais indicado por conter menos sódio que o sal refinado comum. Outra vantagem do Sal Negro é que, por ter menos sódio, não retém água no corpo, e consequentemente beneficiando os rins.

Propriedades do Sal Negro

O Sal negro contém cálcio, enxofre, ferro, cloreto de sódio, fósforo, cobre, sulfato, zinco, magnésio, manganês, potássio e iodo.

Benefícios do Sal Negro

Além de ser considerado um ótimo substituto do sal comum, o Sal Negro vem sendo bastante testado no tratamento de alguns problemas simples de saúde, contudo, importante destacar que essas informações ainda estão em fase de pesquisas, e não devem ser adotadas como tratamentos substitutos aos que o médico especialista indicar, pelo menos não por enquanto!

Segundo a medicina Ayurveda, o sal negro possui propriedades terapêuticas e, ao contrário do sal comum, ele não aumenta o teor de sódio no sangue.

Apenas uma pitada de sal negro é capaz de evitar problemas gástricos e digestivos, principalmente para bebês.

Abaixo listaremos alguns benefícios que o Sal Negro possui:
  • Mantém o equilíbrio do nível de PH no sangue;
  • Melhora o processo digestivo;
  • Contribui para o rejuvenescimento do corpo;
  • Fortalece a imunidade do corpo;
  • Diminui a acidez em nosso organismo;
  • Trata coceira e pele seca;
  • Combate espasmos, câimbra e dores musculares;
  • Ajuda no bom funcionamento do sistema nervoso;
  • Entre outros...

Importante!

Este produto não substitui uma alimentação equilibrada e seu consumo deve ser orientado por seu médico ou nutricionista.

Caso você seja hipertenso, antes de fazer o consumo do produto, consulte o seu médico ou especialista para avaliar o seu caso específico.

A Haja Verde não se responsabiliza por eventuais problemas causados pelo consumo do produto.

Como armazenar o Sal Negro?

Após a abertura, mantenha a embalagem bem fechada ou transfira à um recipiente com tampa que o mantenha vedado. Armazene em local fresco e seco e longe do calor.

 
Tabela Nutricional Sal Negro do Himalaia
Por ser processado em equipamentos que processam outros alimentos, pode conter traços de oleaginosas, amendoim, soja, leite, glúten ou albumina conforme RDC 26/2015.
Sugestão de consumo e recomendação diária

O Sal Negro pode ser incorporado em todos os tipos de pratos para dar um toque pessoal, devido ao seu sabor marcante. Use em saladas, carnes e molhos.

Além disso, é utilizado na estética para limpeza e esfoliação da pele e nos cabelos, curando a caspa e a queda capilar. É possível colocar uma dose de sal preto em óleos e cremes hidratantes para fazer uma esfoliação de pele ou para limpar a pele de dentro para fora.

O Sal Negro também é recomendado para escaldar os pés por dez minutos, para melhorar inchados nos pés, calcanhares, distensões musculares, etc.

Segundo especialistas, a quantidade ideal de utilização do Sal Negro é de uma colher de chá por dia.

Caso o consumo do Sal Negro seja exagerado, pode-se desencadear uma série de efeitos colaterais, pois, embora contenha menos sódio, ainda sim contém essa substância e com seu uso em excesso poderão ocorrer os mesmos efeitos do sal comum, aumentando a pressão arterial, afetando os rins, desencadeando problemas cardíacos, entre outros.

Outro efeito colateral que pode ocorrer com o uso excessivo do Sal Negro, se dá em razão do alto teor de enxofre que, em exagero, reduz a acidez do estômago, dificultando a digestão e enfraquecendo o aparelho digestivo.
Descrição do produto
Que o sal é o principal condimento culinário, nós sabemos. Pois, não há nada pior do que aquele alimento sem sal, né? Independente do condimento que você utilize, se não utilizar o sal, tudo perde o sabor. Mas, o que pode ser desconhecido da maioria das pessoas, é que não existe só um tipo de sal, como o refinado, tradicionalmente utilizado. Na verdade, existem diversos tipos de sal. Um deles, embora não seja muito conhecido, tem ganhado a cada dia mais notoriedade devido as suas várias propriedades e benefícios. Estamos falando do Sal Negro da Índia produzido no Paquistão e na Índia.

O sal negro, cujo nome indiano é Kala Namak, é originário do Himalaia, tem origem na cadeia das montanhas, e provém de zonas vulcânicas, o que dá a ele o sabor e odor de enxofre, muito semelhante ao odor de ovo cozido, e de pratos quentes com ovos. Mas o mais interessante do sal negro, não é seu sabor e odor, e sim as suas propriedades nutricionais, entre elas o baixo índice de sódio e a grande quantidade de ferro, por isso tem sido muito utilizado na culinária vegana e vegetariana.

O Sal Negro é um sal de ervas milenar, produzido no Paquistão e na Índia. É obtido através da combinação do Sal do Himalaia e das ervas e frutos da região. Em razão dessa composição, o Sal do Himalaia incorpora os seus minerais, além dos efeitos terapêuticos das três frutas que compõem a Triphala (amla, beheda e harada), além das diversas ervas que fazem parte de sua composição.

É utilizado em praticamente todo o mundo, principalmente na Índia, China e Paquistão.

O Sal Negro é produzido a partir da halita (sal de rocha) natural das minas de Bangladesh, Índia, Nepal e Paquistão, em certos locais das salinas do Himalaia ou do sal colhido nos lagos salgados do norte de Sambhar, Salt Lake ou Didwana e o Distrito de Mustang do Nepal.

A cor original do Kala Namak é incolor, a cor escura se dá em razão do processo químico feito e da presença de pequenas partículas de ferro e outros minerais. Esse processo químico transforma parte do sulfato de sódio natural do sal cru em sulfetos de hidrogênio e de sódio.

Para que fique com essa pigmentação escura, o sal bruto incolor é colocado no forno por 24 horas, em um frasco de cerâmica com carvão vegetal, misturado com pequenas quantidades da Triphala (harad, amla, bahera), casca babul ou natro.

Antes de sua comercialização, o sal queimado é resfriado, armazenado e envelhecido.

O Sal Negro possui odor e sabor muito semelhante com a gema do ovo cozido, devido ao alto índice de enxofre presente em sua composição, por ser de origem vulcânica. Justamente por essas características que o sal negro se tornou e tem se tornado diariamente uma excelente opção na alimentação vegetariana e principalmente vegana, conferindo muito sabor de ovo ou omelete vegetal.

O sal negro é composto por:
 
  • Cloreto de sódio – o cloreto de sódio fornece o gosto salgado;
  • Cloreto de potássio – o sulfeto de ferro proporciona a sua cor rosa-cinzenta;
  • Ferro – Tem diversas funções no organismo, dentre elas a de transportar o oxigênio para o corpo e ajudar na fabricação das células vermelhas do sangue;
  • Sulfeto de Hidrogênio – o sulfureto de hidrogênio fornece seu cheiro característico; e
  • Enxofre – o enxofre dá ao sal o sabor marcante que se assemelha ao gosto de ovo cozido.

Além de sua utilidade na alimentação, o sal negro tem outros empregos como por exemplo o tratamento medicinal, como elemento de práticas esotéricas e rituais de magia.

Na Índia, há muitos anos, os médicos Ayurvédicos (medicina que propõe restabelecer o bem-estar físico e emocional) utilizam em seus pacientes o Sal Negro nos casos de azia, bócio (aumento da glândula da tireoide), inchaço, depressão, prisão de ventre e baixa visão.

O Sal Negro é amplamente empregado para pessoas que possuem pressão alta sendo mais indicado por conter menos sódio que o sal refinado comum. Outra vantagem do Sal Negro é que, por ter menos sódio, não retém água no corpo, e consequentemente beneficiando os rins.

Propriedades do Sal Negro

O Sal negro contém cálcio, enxofre, ferro, cloreto de sódio, fósforo, cobre, sulfato, zinco, magnésio, manganês, potássio e iodo.

Benefícios do Sal Negro

Além de ser considerado um ótimo substituto do sal comum, o Sal Negro vem sendo bastante testado no tratamento de alguns problemas simples de saúde, contudo, importante destacar que essas informações ainda estão em fase de pesquisas, e não devem ser adotadas como tratamentos substitutos aos que o médico especialista indicar, pelo menos não por enquanto!

Segundo a medicina Ayurveda, o sal negro possui propriedades terapêuticas e, ao contrário do sal comum, ele não aumenta o teor de sódio no sangue.

Apenas uma pitada de sal negro é capaz de evitar problemas gástricos e digestivos, principalmente para bebês.

Abaixo listaremos alguns benefícios que o Sal Negro possui:
  • Mantém o equilíbrio do nível de PH no sangue;
  • Melhora o processo digestivo;
  • Contribui para o rejuvenescimento do corpo;
  • Fortalece a imunidade do corpo;
  • Diminui a acidez em nosso organismo;
  • Trata coceira e pele seca;
  • Combate espasmos, câimbra e dores musculares;
  • Ajuda no bom funcionamento do sistema nervoso;
  • Entre outros...

Importante!

Este produto não substitui uma alimentação equilibrada e seu consumo deve ser orientado por seu médico ou nutricionista.

Caso você seja hipertenso, antes de fazer o consumo do produto, consulte o seu médico ou especialista para avaliar o seu caso específico.

A Haja Verde não se responsabiliza por eventuais problemas causados pelo consumo do produto.

Como armazenar o Sal Negro?

Após a abertura, mantenha a embalagem bem fechada ou transfira à um recipiente com tampa que o mantenha vedado. Armazene em local fresco e seco e longe do calor.

 
Tabela nutricional
Tabela Nutricional Sal Negro do Himalaia
Ingredientes
Por ser processado em equipamentos que processam outros alimentos, pode conter traços de oleaginosas, amendoim, soja, leite, glúten ou albumina conforme RDC 26/2015.
Recomendações de consumo
Sugestão de consumo e recomendação diária

O Sal Negro pode ser incorporado em todos os tipos de pratos para dar um toque pessoal, devido ao seu sabor marcante. Use em saladas, carnes e molhos.

Além disso, é utilizado na estética para limpeza e esfoliação da pele e nos cabelos, curando a caspa e a queda capilar. É possível colocar uma dose de sal preto em óleos e cremes hidratantes para fazer uma esfoliação de pele ou para limpar a pele de dentro para fora.

O Sal Negro também é recomendado para escaldar os pés por dez minutos, para melhorar inchados nos pés, calcanhares, distensões musculares, etc.

Segundo especialistas, a quantidade ideal de utilização do Sal Negro é de uma colher de chá por dia.

Caso o consumo do Sal Negro seja exagerado, pode-se desencadear uma série de efeitos colaterais, pois, embora contenha menos sódio, ainda sim contém essa substância e com seu uso em excesso poderão ocorrer os mesmos efeitos do sal comum, aumentando a pressão arterial, afetando os rins, desencadeando problemas cardíacos, entre outros.

Outro efeito colateral que pode ocorrer com o uso excessivo do Sal Negro, se dá em razão do alto teor de enxofre que, em exagero, reduz a acidez do estômago, dificultando a digestão e enfraquecendo o aparelho digestivo.
Similares
imagem Sal Marinho 500g
Sal Marinho 500g
R$ 2,49
imagem Fumaça em Pó 100g
Fumaça em Pó 100g
R$ 3,98
imagem Orégano em Flocos 100g
Orégano em Flocos 100g
R$ 6,80
imagem Cravo da Índia 100g
Cravo da Índia 100g
R$ 6,92
imagem Noz Moscada em Pó 100g
Noz Moscada em Pó 100g
R$ 8,40
imagem Coentro em Grãos 100g
Coentro em Grãos 100g
R$ 3,83
imagem Lemon Pepper 100g
Lemon Pepper 100g
R$ 4,40
imagem Cominho em Pó 100g
Cominho em Pó 100g
R$ 2,16
imagem Cúrcuma (Açafrão da Terra) em Pó 100g
Cúrcuma (Açafrão da Terra)...
R$ 4,10
imagem Canela em Pau 100g
Canela em Pau 100g
R$ 11,40
imagem Tomilho Desidratado 100g
Tomilho Desidratado 100g
R$ 4,19
imagem Alecrim Granel 100g
Alecrim Granel 100g
R$ 3,07
imagem Kit Temperos Clássicos
Kit Temperos Clássicos
R$ 94,90
imagem Ervas Finas 100g
Ervas Finas 100g
R$ 4,52
imagem Cominho em Grãos 100g
Cominho em Grãos 100g
R$ 3,89
imagem Noz Moscada em Grãos 100g
Noz Moscada em Grãos 100g
R$ 11,66
imagem Gengibre em Pó 100g
Gengibre em Pó 100g
R$ 7,79
imagem Mix de Pimentas em grãos 100g
Mix de Pimentas em grãos 100g
R$ 6,18
imagem Tempero Edu Guedes 100g
Tempero Edu Guedes 100g
R$ 5,20
imagem Alho em Lâminas Desidratado 100g
Alho em Lâminas Desidratado...
R$ 5,10
O que acharam do produto?
0 avaliações
Ótimo!
NAN%
Muito Bom!
NAN%
Bom!
NAN%
Não Gostei...
NAN%
Péssimo...
NAN%
Avalie o produto
Avaliações
Nenhuma avaliação. Seja o primeiro a avaliar esse produto!
Loading...
Aguarde...
O produto foi adicionado a sacola.