Olá visitante! Efetue seu Login ou Cadastre-se
0

Spirulina em Pó 100g

(0 avaliações)
R$ 14,65

R$ 14,65

Frete

Loading...

  • DESCRIÇÃO DO PRODUTO
A Spirulina, é hoje, o grande e poderoso alimento do futuro, segundo a Organização Mundial de Saúde - OMS.
A Spirulina é uma cianobactéria de baixa caloria, conhecida mundialmente como a alga verde azulada. É, na verdade, bactérias procariotos fotossintetizantes, ou seja, que produzem fotossíntese, além de possuir um lindo e diferente pigmento verde, anteriormente denominada de algas verdes-azuis.
Na verdade, esse grupo de cianobactérias, essas “algas pequenininhas”, começaram a serem utilizadas e estudadas há muitos e muitos anos.
A primeira Spirulina já produzida de forma orgânica vem da Toscana, região da Itália.
Uma curiosidade importante, é que os astecas (principais povos mais poderosos e desenvolvidos da américa pré-colombiana que migraram para o vale do México no final do século XII) já utilizavam a Spirulina, mas foi a NASA que a popularizou, colocando esse superalimento em seus astronautas.
Na verdade quando pensamos na Spirulina como recurso alimentício, sabemos que ela possui uma grande fração de proteínas, uma média fração de carboidratos e uma baixa fração de gorduras (não que a gordura seja uma vilã, mas costumam ser evitadas por quem busca A perda de peso).
A Spirulina é excelente para pessoas que adotam a culinária vegana e vegetaria, como também para as pessoas que não adotam: Consumindo-a diariamente na quantidade recomendada pelo seu médico ou nutricionista, ela trará benefícios gigantescos.
Essas cianobactérias vivem em lagos e rios de PH elevado, ou seja, alcalino (a coisa começa a melhorar aí). A Spirulina é extremamente nutritiva e pode ser consumida por seres humanos e diversos outros seres vivos.
É muito utilizada por grandes atletas, pois é uma espécie de suplemento, bem conhecido de maneira geral, é também um superalimento com altíssimas propriedades metabólicas.
Ela pode ser utilizada como suplemento dietético inclusive para evitar desnutrição, além de conter um alto teor proteico, comparado ao da carne vermelha, por isso é muito boa para ser utilizada por vegetarianos e veganos.
 
PARA QUE SERVE A SPIRULINA E QUAIS SÃO OS SEUS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS?
 
Estudos apontam que a spirulina possui centenas de benefícios que não conseguiríamos citar nesse artigo, contudo, citaremos os principais.
Quando pensamos em vitamina, a spirulina possui bastante betacaroteno, bastante vitamina A e vitamina E, além de possuir um complexo B quase inteiro.
A spirulina é famosíssima pelo conteúdo de vitamina B12, muito usada por vegetarianos e veganos.
Algumas fontes ainda relacionam que ela é riquíssima em vitamina B12, outras fontes já relacionam que ela não tem B12 (tem apenas cianocobalamina, uma vitamina B12 análoga), possui ainda quantidades ínfimas de vitaminas D, K e C.
Para o Dr. Dayan Siebra (Médico Vascular e Ortomolecular, Youtuber, escritor e palestrante internacional), uma ressalva importante em relação a vitamina B12, ao contrário do que muito se divulga, a Spirulina não é uma boa fonte de vitamina B12, a cianobactéria apresenta a pseudo-vitamina B12, ela é boa para outros seres vivos, mas ela é biologicamente inativa no ser humano.
Segundo o Dr. Juliano Pimentel (médico, fisioterapeuta, celíaco e estudioso em alimentação saudável sem glúten), em relação aos minerais, a Spirulina possui uma grande quantidade de magnésio, por isso os maratonistas usam muito, para manter o alto nível de energia e o bom funcionamento muscular.
 
A Spirulina também é ótima para os músculos, auxiliando os indivíduos a ganharem massa magra, por esta razão também, ela é muito utilizada por atletas.
A Spirulina é riquíssima em cálcio, ferro, magnésio, manganês, fóssil, potássio, sódio, zinco, iodo (em concentrações variais), e ainda tem cromo.
A Spirulina possui ação antiobésica. O que seria a ação antiobésica? É a ação que dá ao organismo a sensação de saciedade, depois que o alimento bate no estomago, devido ao seu grande teor de proteína vegetal e devido à presença de um aminoácido chamado fenilalanina, cuja digestão é lenta e o indivíduo fica saciado por mais tempo, reduzindo assim o apetite. Ajudando bastante as pessoas que possuem muita compulsão alimentar.
A Spirulina ainda possui uma atividade antioxidante alta. Além de possuir atividade analgésica e anti-inflamatória, atividade antimicrobiana, radioprotetora, atividades em neuropatia, como neuropatia diabética. Possui ainda atividade cardiovascular, atividade sobre a coagulação sanguínea, atividade no desporto, ou seja, como acima citado, nas atividades desportivas (maratonistas). Tem atividades no controle glicêmico e outras atividades de interesse, que ela age como um muco protetor, você pode estar se perguntando, o que vem a ser o muco protetor? Vamos explicar de forma simples: Pessoas que tem gastrite ou problemas estomacais como um todo, que o muco (proteção do sistema gástrico intestinal) fica depletado, a Spirulina, ajuda a funcionar como uma espécie muco protetor.
Por ser rica em antioxidantes, a Spirulina auxilia significamente no combater ao câncer, desta forma, seu consumo contínuo confere ao indivíduo uma proteção contra danos oxidativos (que podem causar inflamações crônicas e com isso ajudar o desenvolvimento de cânceres ou outros tipos de doenças).
Além disso, diversas pesquisas realizadas, apontam que a Spirulina é eficaz no combate ao câncer de boca.
Na Índia, um estudo apontou os efeitos do uso da Spirulina em 87 (oitenta e sete) pessoas que apresentavam lesões pré-cancerosas na boca. 45% dos participantes do grupo da Spirulina, que consumiram 1 (um) grama por dia da mesma, durante o período de um ano, apresentaram uma regressão completa dessas lesões (ao passo que no grupo controle essa taxa foi de apenas 7%).
Em outra pesquisa realizada, 40 (quarenta) pessoas com esse mesmo tipo de lesão, e consumindo a mesma quantidade de Spirulina diária (1 grama por dia) experimentaram uma melhoria dos sintomas (muito mais do que com a droga Pentoxifilina).
A Spirulina contém ômegas 3, 6 e 9, portanto, por possuir essa quantidade de ômega 3 ela possui ação anti-inflamatória.
Atualmente a Spirulina está sendo bastante utilizada na oncologia experimental, sendo utilizada também como hepatoprotetor, ou seja, quando você vai fazer um tratamento que um fígado está sendo muito atacado, ela é usada como um hepatoprotetor, ou até mesmo quando a pessoa já está com o fígado bem acometido.
É rica em clorofila, um pigmento verde que vai limpar o nosso organismo, limpando o sangue e regulando o sistema imunológico.
Alivia os sintomas da rinite alérgica, diminuindo a congestão nasal, em razão da quantidade de ômega 3 que possui.
A Spirulina ainda diminui os níveis de triglicerídeos e colesterol ruim (LDL), enquanto aumenta o bom colesterol ou HDL. Um estudo realizado em algumas pessoas com o colesterol elevado, revelou que 1 (um) grama de Spirulina por dia reduziu os triglicerídeos em 16,3% e o LDL em 10,1% (10).
A Spirulina auxilia ainda no controle da glicemia. Pesquisas tem demonstrado que a Spirulina ajuda a controlar a glicemia em níveis consideráveis no sangue da maioria das pessoas. Em algumas situações a cianobactéria foi mais eficaz do que medicamentos bem conhecidos como a metformina (antidiabético).
É de extrema importância ressaltar que não estamos orientando a substituição da metformina, muito pelo contrário, estamos apenas informando os benefícios comprovados da Spirulina, portanto, vale a pena considerar.
Um benefício de extrema importância, principalmente para as mulheres, é que a Spirulina ajuda a combater a candidíase (Infecção por fungos, mais conhecida como corrimento vaginal branco). Estudos revelam que a Spirulina tem atividades antimicrobiana, especialmente contra a cândida que é um tipo de fungo.
A Spirulina estimula o crescimento da flora intestinal que são bactérias boas e essas bactérias boas ajudam a impedir o crescimento da cândida vaginal, além disso, como ela melhora a imunidade e a imunidade melhora e evita a proliferação da cândida.
Ufa! Só aí, conseguimos observar o santo remédio, alimento ou suplemento (como preferir chamar) que é a Spirulina. E o melhor de tudo, é um medicamento/alimento 100% natural, sem os produtos e procedimentos químicos que costumamos lidar diariamente.
 
SPIRULINA AJUDA A EMAGRECER?
 
Como tratado no tópico anterior, a Spirulina possui centenas de benefícios, dentre eles está o auxílio ao emagrecimento.
A Spirulina é muito utilizada para quem deseja perder peso, pois ajuda a saciar a fome por um período mais longo, além de também auxiliar na queima de gordura.
Ela possui ação antiobésica. Que é a ação do organismo que dá a sensação de saciedade depois que o alimento bate no estomago, devido ao seu grande teor de proteína vegetal e devido à presença de um aminoácido chamado fenilalanina, cuja digestão é lenta e o indivíduo fica saciado por mais tempo, reduzindo assim o apetite. Ajudando bastante as pessoas que possuem muita compulsão alimentar.
Além disso, devido ao alto teor de proteínas presentes na Spirulina, a combinação da Spirulina com atividades físicas, auxiliam no ganho da massa muscular magra, transformando a gordura presente no corpo em massa magra, consequentemente remodelando seu corpo.
 
COMO E ONDE UTILIZAR A SPIRULINA?
 
Agora que você já sabe todos os benefícios da Spirulina, deve estar se perguntando, como faço o uso desse alimento? Onde posso adicionar, sobre quais comidas devo usar? Quando posso tomar e qual a quantidade diária recomendada?
Em primeiro lugar, cumpre-nos esclarecer que essa cianobactéria tem um pouco de gosto de peixe, além de possuir um sabor forte, se for consumida pura.
Então, recomendamos que você inclua na sua alimentação aos poucos, para não traumatizar e enjoar logo de cara.
Sabe aqueles suplementos ou remédios que somos obrigados a tomar todo o dia? Que só de pensar em tomar já amarga tudo? É exatamente essa sensação que queremos evitar que você tenha, então, comece aos poucos, com uma colherinha de chá e depois vá aumentando.
Em alguns países as pessoas utilizam apenas pitadas de Spirulina.
A Spirulina pode ser utilizada em diversos de alimentos, como em queijos, sopas, saladas, misturada no cacau em pó, em sucos, smoothies e até vitaminas. Fica uma delicia!!!
Ressaltamos que a Spirulina é um alimento natural, na maioria das vezes utilizado como suplemento por atletas e até mesmo como medicamente, por isso, é extremamente importante que você consulte um profissional da saúde antes de fazer seu uso.
O consumo diário de Spirulina recomendado pelo Dr. Dayan, é de 4 (quatro) a 6 (seis) cápsulas de 500mg por dia, ou 2 (duas) a 3 (três) gramas por dia.
Recomenda-se também que o consumo da Spirulina seja feito na parte da manhã.
 
AFINAL DE CONTAS VALE A PENA UTILIZAR A SPIRULINA?
 
Depois de conhecer vários benefícios, curiosidades, objetivos, o preço, onde comprar, dentre outras curiosidades, você pode estar se perguntando se realmente vale a pena mudar seus hábitos alimentares a partir de agora e fazer com que a Spirulina faça parte do seu cotidiano, não é mesmo? Pois bem, com um excelente custo-benefício, a Spirulina a curto e médio prazo vai lhe proporcionar uma excelente qualidade de vida, resultado de bons hábitos que começam desde cedo em pequenas atitudes.
Nós sempre colhemos o que plantamos e, acima de tudo, cultivamos o que foi plantado. Sobretudo, utilizando essa mesma analogia, ao mudar seu lineup para a substituição de medicamentos industrializados (que você sequer sabe sua origem e composição), na prática você está garantindo um futuro muito próspero para você e para toda a sua família, que também poderá seguir os bons hábitos através do exemplo. Portanto, com toda a convicção vale a pena fazer com que a Spirulina seja a sua eterna companheira de trajetória.
Outro aspecto também muito importante que contribui com a afirmação anterior, é que a Spirulina é extremamente benéfica para o nosso organismo de maneira geral, agindo como antioxidante, anticoagulante, antifúngico, entre outros.
 
EFEITOS COLATERAIS DA SPIRULINA
 
Segundo o Dr. Dayan Siebra, embora a Spirulina seja um alimento natural, é importante esclarecer que algumas interações medicamentosas (evento clínico que pode ocorrer entre medicamento e alimento) podem acontecer com o uso da Spirulina.
A Spirulina pode neutralizar o efeito de alguns remédios imunossupressores como prednisona, metotrexato, ciclosporina, ou seja, remédios que ajudam a inibir inflamações, utilizados as vezes em doenças de crohn, lúpus, doenças inflamatórias e autoimunes.
Seu consumo também pode interferir em alguns anticoagulantes como varfarina (que ajuda a deixar o sangue fino), e também pessoas que usam anti-inflamatórios não hormonais ou seja, diclofenato, voltaren, podem ter alguma interação.
Ainda, segundo o Dr. Dayan, tudo o que é verde mexe com anticoagulante do tipo varfarina, então se você faz uso de varfarina (anticoagulante) e quer fazer o uso da Spirulina, tome muito cuidado, você corre o risco de ter forte sangramento.
Além disso, o uso da Spirulina pode trazer alguns efeitos colaterais ao organismo como febre, (porque o alto teor de proteína eleva o metabolismo e pode gerar uma sensação de febre), gases, fezes escura (isso porque a Spirulina faz uma limpeza no intestino, além de também poder sair fezes esverdeadas por conta da quantidade de clorofila), sonolência (devido a sua capacidade desintoxicaste que pode gerar sonolência e moleza), como também pode gerar insônia (essa excitação térmica ocorre pela conversão da sua parte proteica em energia térmica).
Efeitos secundários podem comparecer devido ao cultivo dessa bactéria, portanto, saiba de onde vem esse medicamento, sua origem e seu cultivo, pois quando contaminada, a Spirulina pode gerar alguns sintomas como sede, náuseas, vômitos.
Reiteramos mais uma vez, que é de extrema importância que você busque orientação do seu médico ou nutricionista para que ele possa analisar seu caso individualmente, principalmente porque, de acordo com a Anvisa, a Spirulina não é contraindicada para grávidas, lactantes e crianças.
Quer saber mais sobre a Spirulina? Clique no link abaixo e leia o artigo completo que fizemos!
Spirulina: 8 Razões Pelas Quais Você Deve Investir Nesse Superalimento
Descrição do produto
A Spirulina, é hoje, o grande e poderoso alimento do futuro, segundo a Organização Mundial de Saúde - OMS.
A Spirulina é uma cianobactéria de baixa caloria, conhecida mundialmente como a alga verde azulada. É, na verdade, bactérias procariotos fotossintetizantes, ou seja, que produzem fotossíntese, além de possuir um lindo e diferente pigmento verde, anteriormente denominada de algas verdes-azuis.
Na verdade, esse grupo de cianobactérias, essas “algas pequenininhas”, começaram a serem utilizadas e estudadas há muitos e muitos anos.
A primeira Spirulina já produzida de forma orgânica vem da Toscana, região da Itália.
Uma curiosidade importante, é que os astecas (principais povos mais poderosos e desenvolvidos da américa pré-colombiana que migraram para o vale do México no final do século XII) já utilizavam a Spirulina, mas foi a NASA que a popularizou, colocando esse superalimento em seus astronautas.
Na verdade quando pensamos na Spirulina como recurso alimentício, sabemos que ela possui uma grande fração de proteínas, uma média fração de carboidratos e uma baixa fração de gorduras (não que a gordura seja uma vilã, mas costumam ser evitadas por quem busca A perda de peso).
A Spirulina é excelente para pessoas que adotam a culinária vegana e vegetaria, como também para as pessoas que não adotam: Consumindo-a diariamente na quantidade recomendada pelo seu médico ou nutricionista, ela trará benefícios gigantescos.
Essas cianobactérias vivem em lagos e rios de PH elevado, ou seja, alcalino (a coisa começa a melhorar aí). A Spirulina é extremamente nutritiva e pode ser consumida por seres humanos e diversos outros seres vivos.
É muito utilizada por grandes atletas, pois é uma espécie de suplemento, bem conhecido de maneira geral, é também um superalimento com altíssimas propriedades metabólicas.
Ela pode ser utilizada como suplemento dietético inclusive para evitar desnutrição, além de conter um alto teor proteico, comparado ao da carne vermelha, por isso é muito boa para ser utilizada por vegetarianos e veganos.
 
PARA QUE SERVE A SPIRULINA E QUAIS SÃO OS SEUS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS?
 
Estudos apontam que a spirulina possui centenas de benefícios que não conseguiríamos citar nesse artigo, contudo, citaremos os principais.
Quando pensamos em vitamina, a spirulina possui bastante betacaroteno, bastante vitamina A e vitamina E, além de possuir um complexo B quase inteiro.
A spirulina é famosíssima pelo conteúdo de vitamina B12, muito usada por vegetarianos e veganos.
Algumas fontes ainda relacionam que ela é riquíssima em vitamina B12, outras fontes já relacionam que ela não tem B12 (tem apenas cianocobalamina, uma vitamina B12 análoga), possui ainda quantidades ínfimas de vitaminas D, K e C.
Para o Dr. Dayan Siebra (Médico Vascular e Ortomolecular, Youtuber, escritor e palestrante internacional), uma ressalva importante em relação a vitamina B12, ao contrário do que muito se divulga, a Spirulina não é uma boa fonte de vitamina B12, a cianobactéria apresenta a pseudo-vitamina B12, ela é boa para outros seres vivos, mas ela é biologicamente inativa no ser humano.
Segundo o Dr. Juliano Pimentel (médico, fisioterapeuta, celíaco e estudioso em alimentação saudável sem glúten), em relação aos minerais, a Spirulina possui uma grande quantidade de magnésio, por isso os maratonistas usam muito, para manter o alto nível de energia e o bom funcionamento muscular.
 
A Spirulina também é ótima para os músculos, auxiliando os indivíduos a ganharem massa magra, por esta razão também, ela é muito utilizada por atletas.
A Spirulina é riquíssima em cálcio, ferro, magnésio, manganês, fóssil, potássio, sódio, zinco, iodo (em concentrações variais), e ainda tem cromo.
A Spirulina possui ação antiobésica. O que seria a ação antiobésica? É a ação que dá ao organismo a sensação de saciedade, depois que o alimento bate no estomago, devido ao seu grande teor de proteína vegetal e devido à presença de um aminoácido chamado fenilalanina, cuja digestão é lenta e o indivíduo fica saciado por mais tempo, reduzindo assim o apetite. Ajudando bastante as pessoas que possuem muita compulsão alimentar.
A Spirulina ainda possui uma atividade antioxidante alta. Além de possuir atividade analgésica e anti-inflamatória, atividade antimicrobiana, radioprotetora, atividades em neuropatia, como neuropatia diabética. Possui ainda atividade cardiovascular, atividade sobre a coagulação sanguínea, atividade no desporto, ou seja, como acima citado, nas atividades desportivas (maratonistas). Tem atividades no controle glicêmico e outras atividades de interesse, que ela age como um muco protetor, você pode estar se perguntando, o que vem a ser o muco protetor? Vamos explicar de forma simples: Pessoas que tem gastrite ou problemas estomacais como um todo, que o muco (proteção do sistema gástrico intestinal) fica depletado, a Spirulina, ajuda a funcionar como uma espécie muco protetor.
Por ser rica em antioxidantes, a Spirulina auxilia significamente no combater ao câncer, desta forma, seu consumo contínuo confere ao indivíduo uma proteção contra danos oxidativos (que podem causar inflamações crônicas e com isso ajudar o desenvolvimento de cânceres ou outros tipos de doenças).
Além disso, diversas pesquisas realizadas, apontam que a Spirulina é eficaz no combate ao câncer de boca.
Na Índia, um estudo apontou os efeitos do uso da Spirulina em 87 (oitenta e sete) pessoas que apresentavam lesões pré-cancerosas na boca. 45% dos participantes do grupo da Spirulina, que consumiram 1 (um) grama por dia da mesma, durante o período de um ano, apresentaram uma regressão completa dessas lesões (ao passo que no grupo controle essa taxa foi de apenas 7%).
Em outra pesquisa realizada, 40 (quarenta) pessoas com esse mesmo tipo de lesão, e consumindo a mesma quantidade de Spirulina diária (1 grama por dia) experimentaram uma melhoria dos sintomas (muito mais do que com a droga Pentoxifilina).
A Spirulina contém ômegas 3, 6 e 9, portanto, por possuir essa quantidade de ômega 3 ela possui ação anti-inflamatória.
Atualmente a Spirulina está sendo bastante utilizada na oncologia experimental, sendo utilizada também como hepatoprotetor, ou seja, quando você vai fazer um tratamento que um fígado está sendo muito atacado, ela é usada como um hepatoprotetor, ou até mesmo quando a pessoa já está com o fígado bem acometido.
É rica em clorofila, um pigmento verde que vai limpar o nosso organismo, limpando o sangue e regulando o sistema imunológico.
Alivia os sintomas da rinite alérgica, diminuindo a congestão nasal, em razão da quantidade de ômega 3 que possui.
A Spirulina ainda diminui os níveis de triglicerídeos e colesterol ruim (LDL), enquanto aumenta o bom colesterol ou HDL. Um estudo realizado em algumas pessoas com o colesterol elevado, revelou que 1 (um) grama de Spirulina por dia reduziu os triglicerídeos em 16,3% e o LDL em 10,1% (10).
A Spirulina auxilia ainda no controle da glicemia. Pesquisas tem demonstrado que a Spirulina ajuda a controlar a glicemia em níveis consideráveis no sangue da maioria das pessoas. Em algumas situações a cianobactéria foi mais eficaz do que medicamentos bem conhecidos como a metformina (antidiabético).
É de extrema importância ressaltar que não estamos orientando a substituição da metformina, muito pelo contrário, estamos apenas informando os benefícios comprovados da Spirulina, portanto, vale a pena considerar.
Um benefício de extrema importância, principalmente para as mulheres, é que a Spirulina ajuda a combater a candidíase (Infecção por fungos, mais conhecida como corrimento vaginal branco). Estudos revelam que a Spirulina tem atividades antimicrobiana, especialmente contra a cândida que é um tipo de fungo.
A Spirulina estimula o crescimento da flora intestinal que são bactérias boas e essas bactérias boas ajudam a impedir o crescimento da cândida vaginal, além disso, como ela melhora a imunidade e a imunidade melhora e evita a proliferação da cândida.
Ufa! Só aí, conseguimos observar o santo remédio, alimento ou suplemento (como preferir chamar) que é a Spirulina. E o melhor de tudo, é um medicamento/alimento 100% natural, sem os produtos e procedimentos químicos que costumamos lidar diariamente.
 
SPIRULINA AJUDA A EMAGRECER?
 
Como tratado no tópico anterior, a Spirulina possui centenas de benefícios, dentre eles está o auxílio ao emagrecimento.
A Spirulina é muito utilizada para quem deseja perder peso, pois ajuda a saciar a fome por um período mais longo, além de também auxiliar na queima de gordura.
Ela possui ação antiobésica. Que é a ação do organismo que dá a sensação de saciedade depois que o alimento bate no estomago, devido ao seu grande teor de proteína vegetal e devido à presença de um aminoácido chamado fenilalanina, cuja digestão é lenta e o indivíduo fica saciado por mais tempo, reduzindo assim o apetite. Ajudando bastante as pessoas que possuem muita compulsão alimentar.
Além disso, devido ao alto teor de proteínas presentes na Spirulina, a combinação da Spirulina com atividades físicas, auxiliam no ganho da massa muscular magra, transformando a gordura presente no corpo em massa magra, consequentemente remodelando seu corpo.
 
COMO E ONDE UTILIZAR A SPIRULINA?
 
Agora que você já sabe todos os benefícios da Spirulina, deve estar se perguntando, como faço o uso desse alimento? Onde posso adicionar, sobre quais comidas devo usar? Quando posso tomar e qual a quantidade diária recomendada?
Em primeiro lugar, cumpre-nos esclarecer que essa cianobactéria tem um pouco de gosto de peixe, além de possuir um sabor forte, se for consumida pura.
Então, recomendamos que você inclua na sua alimentação aos poucos, para não traumatizar e enjoar logo de cara.
Sabe aqueles suplementos ou remédios que somos obrigados a tomar todo o dia? Que só de pensar em tomar já amarga tudo? É exatamente essa sensação que queremos evitar que você tenha, então, comece aos poucos, com uma colherinha de chá e depois vá aumentando.
Em alguns países as pessoas utilizam apenas pitadas de Spirulina.
A Spirulina pode ser utilizada em diversos de alimentos, como em queijos, sopas, saladas, misturada no cacau em pó, em sucos, smoothies e até vitaminas. Fica uma delicia!!!
Ressaltamos que a Spirulina é um alimento natural, na maioria das vezes utilizado como suplemento por atletas e até mesmo como medicamente, por isso, é extremamente importante que você consulte um profissional da saúde antes de fazer seu uso.
O consumo diário de Spirulina recomendado pelo Dr. Dayan, é de 4 (quatro) a 6 (seis) cápsulas de 500mg por dia, ou 2 (duas) a 3 (três) gramas por dia.
Recomenda-se também que o consumo da Spirulina seja feito na parte da manhã.
 
AFINAL DE CONTAS VALE A PENA UTILIZAR A SPIRULINA?
 
Depois de conhecer vários benefícios, curiosidades, objetivos, o preço, onde comprar, dentre outras curiosidades, você pode estar se perguntando se realmente vale a pena mudar seus hábitos alimentares a partir de agora e fazer com que a Spirulina faça parte do seu cotidiano, não é mesmo? Pois bem, com um excelente custo-benefício, a Spirulina a curto e médio prazo vai lhe proporcionar uma excelente qualidade de vida, resultado de bons hábitos que começam desde cedo em pequenas atitudes.
Nós sempre colhemos o que plantamos e, acima de tudo, cultivamos o que foi plantado. Sobretudo, utilizando essa mesma analogia, ao mudar seu lineup para a substituição de medicamentos industrializados (que você sequer sabe sua origem e composição), na prática você está garantindo um futuro muito próspero para você e para toda a sua família, que também poderá seguir os bons hábitos através do exemplo. Portanto, com toda a convicção vale a pena fazer com que a Spirulina seja a sua eterna companheira de trajetória.
Outro aspecto também muito importante que contribui com a afirmação anterior, é que a Spirulina é extremamente benéfica para o nosso organismo de maneira geral, agindo como antioxidante, anticoagulante, antifúngico, entre outros.
 
EFEITOS COLATERAIS DA SPIRULINA
 
Segundo o Dr. Dayan Siebra, embora a Spirulina seja um alimento natural, é importante esclarecer que algumas interações medicamentosas (evento clínico que pode ocorrer entre medicamento e alimento) podem acontecer com o uso da Spirulina.
A Spirulina pode neutralizar o efeito de alguns remédios imunossupressores como prednisona, metotrexato, ciclosporina, ou seja, remédios que ajudam a inibir inflamações, utilizados as vezes em doenças de crohn, lúpus, doenças inflamatórias e autoimunes.
Seu consumo também pode interferir em alguns anticoagulantes como varfarina (que ajuda a deixar o sangue fino), e também pessoas que usam anti-inflamatórios não hormonais ou seja, diclofenato, voltaren, podem ter alguma interação.
Ainda, segundo o Dr. Dayan, tudo o que é verde mexe com anticoagulante do tipo varfarina, então se você faz uso de varfarina (anticoagulante) e quer fazer o uso da Spirulina, tome muito cuidado, você corre o risco de ter forte sangramento.
Além disso, o uso da Spirulina pode trazer alguns efeitos colaterais ao organismo como febre, (porque o alto teor de proteína eleva o metabolismo e pode gerar uma sensação de febre), gases, fezes escura (isso porque a Spirulina faz uma limpeza no intestino, além de também poder sair fezes esverdeadas por conta da quantidade de clorofila), sonolência (devido a sua capacidade desintoxicaste que pode gerar sonolência e moleza), como também pode gerar insônia (essa excitação térmica ocorre pela conversão da sua parte proteica em energia térmica).
Efeitos secundários podem comparecer devido ao cultivo dessa bactéria, portanto, saiba de onde vem esse medicamento, sua origem e seu cultivo, pois quando contaminada, a Spirulina pode gerar alguns sintomas como sede, náuseas, vômitos.
Reiteramos mais uma vez, que é de extrema importância que você busque orientação do seu médico ou nutricionista para que ele possa analisar seu caso individualmente, principalmente porque, de acordo com a Anvisa, a Spirulina não é contraindicada para grávidas, lactantes e crianças.
Quer saber mais sobre a Spirulina? Clique no link abaixo e leia o artigo completo que fizemos!
Spirulina: 8 Razões Pelas Quais Você Deve Investir Nesse Superalimento
Similares
imagem L - Glutamina 100g
L - Glutamina 100g
R$ 15,34
imagem Magnésio Quelato 60 Cápsulas 433mg Meissen
Magnésio Quelato 60...
R$ 41,90
imagem Cloreto Magnésio P.A. 60 Cápsulas 500mg Meissen
Cloreto Magnésio P.A. 60...
R$ 35,80
imagem Clorela em Pó 100g
Clorela em Pó 100g
R$ 24,21
imagem Ginkgo Biloba 100g
Ginkgo Biloba 100g
R$ 5,24
imagem Taurina 100g
Taurina 100g
R$ 11,70
imagem Farinha de Ora Pro Nobis 100g
Farinha de Ora Pro Nobis 100g
R$ 27,30
imagem Cloreto de Magnésio Sachê 33g Meissen
Cloreto de Magnésio Sachê...
R$ 7,40
imagem Magnésio Dimalato 60 Cápsulas 500mg Meissen
Magnésio Dimalato 60...
R$ 43,40
O que acharam do produto?
0 avaliações
Ótimo!
0%
Muito Bom!
0%
Bom!
0%
Não Gostei...
0%
Péssimo...
0%
Avalie o produto
Avaliações
Nenhuma avaliação. Seja o primeiro a avaliar esse produto!
Loading...
Aguarde...
O produto foi adicionado a sacola.